Instituto de Medicina Regenerativa.

Desde a sua criação em 2013, o Instituto tornou-se uma empresa de assistência médica especializada em medicina regenerativa, com foco na terapia celular. Nossa equipe com mais de 35 anos de experiência no setor médico auxilia pacientes na maioria dos assuntos relacionados à saúde.

Frankfurt

Dr. Michael Bausch

O instituto é liderado pelo Dr. Michael Bausch, MD e PhD, onde, até maio de 2013, foi diretor médico do Centro Alemão de Terapia Celular Fresca em Lenggries, na Alta Baviera.

 

Além de décadas de experiência no campo da terapia celular, o Dr. Bausch tem uma profunda experiência em pesquisa sobre o câncer, em medicina preventiva e antienvelhecimento. Seu interesse especial hoje, é usar a terapia celular em combinação com a moderna terapia médica para combater os sintomas do envelhecimento e para reparar danos à saúde.

 

Nos últimos 20 anos, o Dr. Bausch ganhou uma vasta experiência no campo da pesquisa em biotecnologia. Particularmente em oncologia, ele foi muito ativo por muitos anos no desenvolvimento de produtos farmacêuticos. Em cooperação com várias empresas de biotecnologia e também com um grupo de pesquisa do prestigiado Instituto Sloan-Kettering, em Nova York, o Dr. Bausch fundou a Medical Enzymes AG Berlin, e lançou as bases para o desenvolvimento de um novo medicamento contra o câncer (GlutaDON) 1990- 2010.

 

Como CEO (2003-2010) e fundador da Medical Enzymes AG (1990), ele construiu uma extensa rede nacional e internacional de clínicas universitárias (por exemplo, a Universidade de Freiburg, Universidade de Frankfurt, Universidade de Tuebingen, Charitee em Berlim, HSK-Kliniken Wiesbaden, Universidade de Cracóvia na Polônia e University Columbia SC nos EUA) e laboratórios para desenvolvimento de futuros produtos farmacêuticos para o tratamento de doenças oncológicas.

Com suas próprias empresas de dispositivos médicos (Medical Enzymes AG Berlim, Cavira Biopharmaceuticals AG Potsdam, MD Health Management GmbH Frankfurt), o Dr. Bausch dedicou-se à saúde celular e prevenção de doenças.

 

Nesse contexto, ele também abordou o tema do envelhecimento celular, medicina antienvelhecimento e terapia celular fresca.

Uma breve historia sobre a terapia celular

Prof. Paul Niehans

A terapia celular é um método de tratamento biológico que resulta na revitalização e regeneração de órgãos através da administração de células animais fetais.

 

No ano de 1912, o ganhador do Nobel francês Alexis Carrel observou pela primeira vez que as culturas de células envelhecidas são estimuladas a aumentar o crescimento pela adição de tecido embrionário. O médico suíço Paul Niehans, neto do imperador alemão Frederico III, concluiu um grande número de transplantes de glândulas em 1918, que alcançaram resultados positivos no tratamento por vários meses.

 

Em 1º de abril de 1931, o acaso trouxe um avanço científico. Nesse dia, um paciente foi encaminhado a ele com tetania pós-operatória grave, resultante da ressecção equivocada da paratireóide em estado moribundo. Nesta situação, um transplante da glândula não foi possível. Ele imediatamente usou algum material das glândulas paratireóides derivadas de animais na menor forma, adicionou alguma solução de cloreto de sódio e injetou no músculo torácico. A paciente foi curada e o monitoramento provou que ela não apresentou espasmos nos 25 anos seguintes.

 

Com esta descoberta épica e inovadora, o professor Niehans estabeleceu um método de terapia anteriormente desconhecido, aplicando um princípio biológico: a regeneração usando células de animais doadores juvenis.

Esse método de tratamento biológico foi posteriormente desenvolvido pelo professor Niehans e seus alunos, para garantir uma aplicação segura e agora podem ser alcançados ótimos resultados de tratamento para muitos distúrbios crônicos, sintomas de desgaste e disfunções.

 

A terapia celular ajudou muitas personalidades a obter uma nova saúde e vitalidade, incluindo Charlie Chaplin, Pablo Picasso, Sophia Loren, Papa Pio XII, o imperador Hirohito, o imperador Haile Selassi, o rei Ibn Saud, Konrad Adenauer e muitos outros.

 

Todos eles foram tratados com terapia celular.

 

O que antes era apenas uma terapia para uma elite de pessoas saudáveis, agora está ao alcance de todos. Nos últimos 30 anos, mais de 15 milhões de pessoas foram submetidas a tratamento com terapia celular.

 

O Ministro Federal da Saúde Seehofer tentou proibir o método de terapia por causa da pressão da medicina convencional. Mas, com base em décadas de resultados positivos, a terapia celular continuou a se afirmar com grande sucesso. O desejo de permanecer jovem e vital é tão antigo quanto a própria humanidade. A terapia celular se desenvolveu ao longo de mais de 80 anos, com base na experiência e pelo desejo de preservar e restaurar a vitalidade e o desempenho humano.

 

Nosso pacote de 5 dias inclui cerca de 4 horas diárias de tratamento.

Para alcançar os benefícios da terapia celular seus órgãos e células do corpo precisam funcionar da melhor maneira possível (homeostase). É por isso que antes, preparamos nossos pacientes com injeções celulares com infusões ortomoleculares diárias e aplicações de diferentes dispositivos médicos, como:

Além disso, nossa especialista Dra. Anne Freund oferece um tratamento adicional: "Beleza de dentro para fora" com vampire lifiting, injeções de botox, preenchimentos, Hydrofacial e PRP (Plasma Rico em Plaquetas).

Acompanhamento

1

2

3

Para garantir o sucesso do TRATAMENTO CELL-VITALIS, é crucial ter um acompanhamento com o paciente. O paciente pode ficar à vontade para entrar em contato com os médicos da CELL-VITALIS para informar sobre como está se sentindo e obter aconselhamento gratuito sobre como proceder a qualquer momento.

 

Procedimento Cell-Vitalis 

 A terapia celular funciona com o princípio de 'like for like' ou seja, para revitalizar o pulmão, usamos células pulmonares. Para regenerar o coração, usamos células do coração. Para rejuvenescer o fígado, usamos células do fígado embrionário e assim por diante.

 

Utilizamos células liofilizadas derivadas de uma raça especial de ovelhas, conhecidas por não possuirem histórico de câncer ou derrames.

 

As misturas de células são suspensas em uma solução aquosa que mantém todas as informações relevantes, e são injetadas por via intramuscular no paciente, geralmente divididas em 8 a 12 injeções entre 5 e 10 ml de solução.

 

A preparação das células é feita pelo nosso médico chefe em um laboratório ultramoderno após as condições de GMP. De acordo com a lei alemã, cada preparo celular deve ser feito exclusivamente para cada paciente.

 

A combinação das células será projetada pelo médico solicitante de acordo com a história médica, problemas agudos de saúde e desejos do paciente.

 

Portanto, a primeira etapa do nosso procedimento é enviar os registros médicos dos pacientes interessados ​​ao nosso Diretor Médico, eles serão avaliados e o melhor tratamento para seguir adiante é decidido.

 

Antes de qualquer injeção ser realizada em um paciente, eles serão submetidos a exames médicos, incluindo uma VFC e ECG, além de um exame físico.

Efeito imediato:

Os pacientes devem estar cientes de que a terapia celular é seguida por três fases diferentes de efeitos: o efeito imediato, após as injeções, os componentes solúveis da suspensão celular são imediatamente absorvidos pelo organismo, o que pode levar a uma breve melhora das queixas e aumento da vitalidade, mas também fadiga. Em casos raros, podem ser observadas reações temporárias leves, como um leve aumento da temperatura corporal ou uma leve inflamação no local da injeção. Esses efeitos imediatos duram de um a dois dias antes que ocorra uma transição para a fase de latência.

Fase de Latência:

Este é um período de "reação biológica imunocomprometida" de aproximadamente duas semanas. Isso indica que as células injetadas estão integrando o corpo do paciente. Em pessoas mais velhas, o período de latência pode ser maior. Alguns pacientes relatam que se sentem cansados ​ durante esse período. Esses pacientes representam uma minoria, pois a maioria dos pacientes não apresenta queixas e experimenta o efeito desejado logo após o tratamento.

Fase de regeneração

Os efeitos podem ser sentidos ou vistos enquanto os sistemas e órgãos do corpo são revitalizados, como melhora na saúde geral e vitalidade do paciente, bem como um aumento significativo na capacidade física e mental. As funções prejudicadas dos órgãos podem melhorar ou até normalizar. O efeito do tratamento pode, dependendo de cada paciente, durar entre seis meses a alguns anos. O tratamento tem um efeito regenerativo e revitalizante em todo o organismo e não é comparável à simples estimulação a curto prazo.

 

Cada paciente será submetido a uma série de 8 a 12 injeções, que conterão variedades de células orgânicas cuidadosamente selecionadas pelo nosso Diretor Médico após a revisão dos registros médicos. Adotamos a abordagem da injeção de múltiplas células orgânicas porque nenhuma doença afeta apenas um órgão. Do ponto de vista geral, os órgãos afetados têm uma eficiência mais baixa, o que coloca pressão e estresse indesejados em outros órgãos, enquanto estes tentam compensar o órgão danificado, fazendo com que estes órgãos sofram efeitos negativos ao longo do tempo, se não forem rejuvenescidos. Nossa abordagem garante que o corpo retorne à sua vitalidade total, fazendo parte do nosso objetivo, proporcionar a melhor recuperação possível aos nossos pacientes, com todos os órgãos sujeitos a novas células e a um processo de rejuvenescimento próprio. Quando as células atingem os locais desejados, elas se difundem nas células dos órgãos e transmitem mensagens rejuvenescedoras. Durante todo o procedimento, nosso foco principal é o paciente, tomando todas as medidas e precauções para garantir sua segurança e bem-estar. Os tratamentos são concluídos com os mais altos padrões médicos disponíveis, superando os já altos padrões e regulamentos exigidos pelo governo alemão. Sempre haverá um médico por perto para responder a quaisquer perguntas que os pacientes possam ter, ajudando-os a se sentirem à vontade durante todo o procedimento. Quanto menos estresse o corpo sofrer, melhor para o processo de revitalização. Nossos funcionários o tornarão o ambiente livre de estresse. Isso, por sua vez, dá ao procedimento a melhor chance de atingir seu potencial máximo de efeitos regenerativos no corpo.

 

Por favor, não hesite em contactar-nos com qualquer dúvida, teremos o maior prazer em responder e ajudar da maneira que pudermos.

 

Terapia de Células Frescas X Células Secas

 

Preparação de Células Frescas

Não há dúvida sobre a importância das células frescas como precedente histórico para as soluções liofilizadas modernas. Sem ele, a terapia celular teria sido muito diferente. No entanto, o médico deve estar consciente de que as células frescas podem conter as sementes de infecções graves.
Isso não significa que os animais utilizados na produção de preparações celulares devem ser cuidadosamente selecionados para garantir uma boa saúde; não existe um método único que possa garantir a ausência de patógenos animais com absoluta certeza. Portanto, o estado anterior da doença infecciosa (o período de incubação) representa uma séria ameaça à saúde do paciente. O animal, ainda que “saudável”, pode hospedar germes que podem ser perigosos para os seres humanos.

Aqui estão alguns casos de zoonose abaixo:

  • Tuberculose

  • Brucellosis Listeriosis

  • Rickettsiosis

  • Varios tipos de Leptospiroses

  • Toxoplasmose

  • Infecções relacionadas á salmonella(typhus and paratyphus)

  • Doenças virais que podem resultar em morte encefálica
     

Não é necessário analisar os perigos da terapia celular fresca após ler esta longa lista. Mas a terapia celular também apresenta outros riscos: pode causar reações de hipersensibilidade alérgica, pelo menos para aqueles com suscetibilidade congênita a alergias. O que isto significa? As reações alérgicas podem causar doenças graves que podem levar à morte, como asma brônquica, colapso cardiovascular, lesão hepática, inflamação da pele e insuficiência renal. A encefalite alérgica (inflamação cerebral) e a inflamação alérgica das cordas vocais, que obstruem as vias aéreas, são ainda mais letais. Outra desvantagem do método da terapia celular fresca é o fato de que as células frescas sofrem auto-dissolução após 15 a 20 minutos de autólise. Isso não apenas reduz o efeito terapêutico das preparações celulares frescas, mas também contém aminas biogênicas (ptomainas), cuja injeção no corpo humano leva ao envenenamento.

 

 

 

Células secas

produção de células Liofilizadas.

Todos os problemas listados acima foram resolvidos graças aos avanços na tecnologia médica. A liofilização é o processo de alto vácuo (também conhecido como liofilização), no qual a água é removida do material celular. Isso preserva as substâncias celulares por um tempo praticamente ilimitado. As substâncias podem ser armazenadas em blisters, que podem ser usados ​​desde que sejam suspensos em uma solução injetável aquosa (por exemplo, glicose). Uma vez suspensas, as células secas estão prontas para serem usadas em tratamentos, pois suas estruturas finas não foram destruídas durante o processo de liofilização. Como as preparações são armazenadas em blisters, isso permite ao médico dosar o paciente de acordo com a gravidade da condição ou processo de envelhecimento. Atualmente, existem cerca de 30 preparações celulares diferentes que podem ser usadas especificamente para cada doença. O uso de células liofilizadas tem várias vantagens.

  • Esterilidade

  • Fácil de usar

  • Longa data de validade

  • Permite dosagem adequada

  • Não causa sensibilidade alérgica em todo o organismo
     

A capacidade de liofilizar as células permitiu um transporte muito mais fácil, facilidade de uso da suspensão celular e maior duração da validade. Na terapia celular fresca, as células precisam ser mantidas em estritas faixas de temperatura ou pode ocorrer desnaturação das proteínas, reduzindo o potencial do valor terapêutico. Uma célula sofrerá autólise quase imediatamente após a extração do animal doador. Ao secar as células, impedimos que essa autólise ocorra, mantendo o valor terapêutico das células.

Ao usar as células liofilizadas, a esterilidade das células pode ser quase garantida, embora ainda examinemos todas as células em busca de doenças antes de injetá-las, permitindo segurança máxima. Os animais que usamos em nossos laboratórios são ovelhas, porque eles têm uma alta predisposição à resistência a doenças e ao câncer.
As células retiradas das ovelhas, uma vez liofilizadas, possuem quase 100% das proteínas intactas e são bem toleradas pelos seres humanos, causando reações alérgicas quase inexistentes. No improvável evento de uma reação, ela foi localizada no local imediato da injeção. Reações alérgicas leves ocorrem apenas em pacientes com predisposição para alergias e somente na área da injeção intramuscular. Nesse caso, um aumento da temperatura corporal é até uma resposta desejada do tecido corporal à terapia. Os terapeutas envolvidos nunca observaram reações alérgicas em outros órgãos. Portanto, a tendência a ter reações alérgicas não é contra-indicação para terapia com células secas; é assim que o corpo reage para assimilar essa técnica. As preparações celulares na Alemanha são monitoradas pelo estado com padrões extremamente rígidos e estudos realizados por clínicas, demonstraram que as células liofilizadas têm os mesmos efeitos curativos que as células frescas.

De acordo com a lei alemã, cada preparo celular deve ser feito exclusivamente para cada paciente.

4

Medical Advisory Board

A equipe do Instituto de Medicina Regenerativa é apoiada por um especialista na área de terapia celular, medicina regenerativa, diagnóstico e tratamento de câncer. No decorrer dos tratamentos e diagnósticos, recebemos conselhos preciosos de nossos membros do conselho médico e nos esforçamos para fornecer a nossos clientes, maneiras de melhorar sua saúde e recuperar sua juventude.

Dr. Wilfried Bieger

Em 1999, o Dr. Wilfried Bieger fundou a empresa ANT.OX para diagnósticos funcionais, idéia que é realizada pelo seu laboratório parceiro, o Neurolab GmbH desde 2007.

 

Em 2002, ele fundou sua prática para medicina integrativa sucessora dos laboratórios de Imunologia Médica fundados em 1987. Quando ele se familiarizou com os pioneiros americanos da terapia de aminoácidos Dr. Hinz (Neuro Research) e Dr. Kellermann (Neuroscience Inc), ele percebeu a notável importância da neuro-regulação. O foco de seu trabalho mudou para o diagnóstico e a terapia de doenças associadas ao estresse neuro. O conhecimento científico da terapia com aminoácidos, disponível e praticado nos EUA desde o início dos anos 90, não havia sido encontrado até aquele momento no caminho para a Alemanha. Devido aos seus muitos anos de experiência em diagnóstico laboratorial, o Dr. Bieger reconheceu o grande potencial desse conceito terapêutico.

 

O Dr. Bieger tornou-se especialista em diagnóstico de estresse neuro, neurotransmissor e neurohormônio, síndrome da fadiga crônica e também tem consultório particular em Munique. Ele desenvolveu, entre outras atividades, um conceito de laboratório, o Lab4more em Munique, fornecendo a determinação do perfil de neurostress e hormônio com base em amostras simples de urina e saliva do paciente. O Dr. Bieger já possui 6 patentes relacionadas a esses métodos de análise. Os testes de laboratório e os perfis de determinação realizados durante a terapia Cell-Vitalis são realizados graças às técnicas avançadas do Dr. Bieger.

Prof. Dr. Clemens Unger

Dr. Clemens Unger foi por quase duas décadas, diretor médico da Clínica de Biologia Tumoral e é um especialista de renome internacional em tratamento oncológico. Ele é o fundador e diretor do Center for Cancer Medicine e relatou tratamento clássico para tumores internistas com quimioterapia, terapia hormonal e imunoterapia. Além disso, ele é um estudioso formidável de métodos de tratamento não convencionais, de suporte e alternativos.

 

Fez trabalhos científicos no Departamento de Bioquímica Clínica (Prof. H. Söling) e no Instituto Max-Planck de Química Biofísica (Prof. H. Eibl) entre 1978 e 1980, depois seguiu um treinamento como internista / hematologista-oncologista na Universidade de Göttingen, de 1980 a 1988.

 

Obteve uma habilitação para "alquilfosfocolinas - um novo grupo de agentes antitumorais" em 1988. Desde 1988, ele ocupa várias posições acadêmicas, como membro do "Conselho Consultivo Científico" do Instituto Federal de Medicamentos e Dispositivos Médicos (BfArM), Berlim / Bonn (1990-2004) na Alemanha; Professor supranumerário de medicina interna da Universidade de Göttingen, Alemanha (1991); Diretor do Departamento de Oncologia Médica do Departamento de Biologia do Tumor da Universidade Albert-Ludwigs de Freiburg, Alemanha (1993-2011); Especialista da EMA (Agência Europeia de Medicamentos) de Londres / Reino Unido (desde 2000); Especialista da EMA para avaliar os riscos de produtos médicos (desde 2005); “Membro honorável do Conselho Científico do Centro Nacional de Câncer de Alexandrov da Bielorrússia” (desde 2009) e médico chefe do Centro de Medicina do Câncer em Freiburg, Alemanha (desde 2011).

 

Recebeu prêmios por sua pesquisa e desenvolvimento, como o prêmio da Farmitalia Carlo Erba por trabalhos experimentais sobre a penetração de drogas através da barreira hematoencefálica do rato (1986), o German Cancer Award pelo desenvolvimento de Alquilfofocholineno como um novo grupo de medicamentos anticâncer (1990), o prêmio de Galeno de Pergamum para o desenvolvimento de medicamentos a partir de fosfolipídios (1995) e o European Science and Culture Prêmio pelo desenvolvimento de novos medicamentos e estratégias de tratamento para doenças infecciosas e câncer (2008).

"Então? O que está esperando? Nosso time está ansioso para lhe dar boas vindas!"

Cell-Vitalis GmbH

Corneliusstrasse 34

60325 Frankfurt

 

0049-69751155

 info@cell-vitalis.com                      

 

www.cell-vitalis.com

HRB 117164            

Geschäftsführer : Dr.Michael Bausch

Cell-Vitalis® 2020. All rights reserved.